7 passos para criar um website e otimizar o ranking do google

Todos pensamos em criar um website para a nossa empresa...

Neste artigo vamos verificar 7 passos para criar um website e otimizar o ranking do google. Contratar um designer ou agência profissional é o primeiro passo, e é definitivamente o mais importante.

  • Web Server
  • Google My Business
  • Social Networks
  • Google Datastudio

Qual deve ser então, a estratégia?

Após mais de 10 anos de experiência em criação de websites, a minha estratégia é a seguinte!

1. Deve contratar um designer ou agência profissional

Sendo este o primeiro passo, é definitivamente o mais importante!

Nesse sentido, dependendo do objetivo e dimensão do website, deve optar por um designer, caso o website seja mais simples ou uma agência na eventualidade de ser um website mais complexo pois terá, nesta opção, mais pessoas a trabalhar no projeto.

Dicas para selecionar o seu web designer:

  • Verificar Portfolio da agência/designer
  • Verificar o ranking e reviews da agência/designer no GoogleMaps
  • Verificar páginas nas redes sociais e ler comentários de clientes
  • Comparar propostas entes de optar
Certifique-se ainda que são implementadas as seguintes tecnologias e funcionalidades:
  • SSL Certificate
  • Google Analytics
  • Google TagManager & DataStudio
  • Google Maps
  • Otimização SEO
  • Sistema de pesquisa interna
  • Newsletters
  • Blog

2. Comprar domínio e selecionar Servidor Web

Este passo é muito importante pois deve refletir o nome da empresa, negócio ou serviço. Aconselho optar por domínios .com, .net, que se referem a comercial e internet respetivamente, e .pt na eventualidade do público-alvo se situar em portugal ou a empresa estiver registada em neste território.

Relativamente à seleção do servidor web, que é igualmente importante pois vai ser o seu servidor de email, servidor de base-de-dados e ainda servidor FTP, esta deve considerar os seguintes aspetos tendo em conta as necessidades do website:

  • Servidor Partilhado vs VPS
  • Servidor MySQL e Email
  • Servidor VoIP

LER ARTIGO | DIFERENÇAS ENTRE SERVIDOR PARTILHADO, VPS E DEDICADO

http://domainer.pt/diferencas-entre-servidor-partilhado-vps-e-dedicado/
Autor: Joao Mesquita

3. Criar Google My Business

É essencial criar e utilizar as ferramentas de comerciante do Google Merchant Center para fazer o upload de seus dados de produtos e permitir que milhões de compradores vejam seu inventário on-line e em loja. O Google Merchant Center é para comerciantes offline ou em online que procuram apresentar os seus produtos nas campanhas do Google Shopping. Você pode editar seu inventário sempre que quiser, para que os compradores sempre vejam as informações certas nos seus anúncios.

LER MAIS | Google Merchant
https://www.google.com/retail/shopping-campaigns/
https://www.google.com/retail/merchant-center/

Se ainda não colocou o seu negócio no Google Maps, é igualmente aconselhavél fazê-lo para apresentar o site do seu negócio nas pesquisas do Google Maps. Pode adicionar detalhes do endereço, horários de funcionamento e inserir o logotipo da empresa.

4. Criar perfil em redes sociais

Sendo as redes sociais actualmente veículos previligiados de partilha e troca de informações e interações entre as marcas e os utilizadores dessas redes, estas representam uma excelente oportunidade para interagir e converter utilizadores em clientes. Nesse sentido, uma gestão integrada, estruturada e direcionada da comunicação nestes espaços deve ser tida em conta pois potencia a alavancagem do negócio por essa via, que, sendo positiva, trará benefícios ao nível da perceção global da marca.

Redes sociais em destaque:

  • Google+
  • Pinterest
  • Instagram
  • YouTube
  • Facebook
  • LinkedIn
  • Twitter
  • Reddit

É importante criar conteúdos adequados para cada uma destas redes no sentido de otimizar o impacto e alcance das campanhas. Para estas resultarem e tornarem-se virais, é necessário incluir os ingredientes certos dependendo do objetivo em causa.

EXEMPLO | Caso Prático
Independentemente do conteúdo, a comunicação e campanhas nas redes sociais, devem incluir texto em vários tamanhos respeitando conceitos visuais, uma imagem apelativa e em sintonia com a causa e, não menos importante, um butão "call-to-action" para conduzir o utilizador ao objetivo.

5. Atendimento Online

Esta funcionalidade ajuda-o a comunicar em tempo real com os visitantes do seu website. Existem muitas soluções gratuitas e facilmente podem ser implementadas nos websites a qualquer momento. No atendimento online devem exsitir equipas especializadas para garantirem um tratamento cuidadoso com a informação transmitida por este canal.

Aconselhamos as seguintes opções gratuitas:

6. Newsletters

Deve oferecer a oportunidade dos visitantes do seu site se registarem na sua newsletter, podendo desta forma ficar a par das notícias recentes da empresa. Esta funcionalidade é igualmente vantajosa para a estratégia de comunicação ao referenciar, catalogar e organizar "mailing lists" com conteúdos interessantes para os subscritores.

Aconselhamos as seguinte soluções:

MailPoet / MailChimp (para websites CMS):
https://www.mailpoet.com | https://mailchimp.com
PHP List: https://www.phplist.com

7. Monitorização e melhoramentos

Nesta fase já o site deve estar online e a recolher informações via Google Analytics. Deve-se acompanhar a evolução do dados e ajustar estratégias, melhorar páginas, criar novas "landing pages" melhorar as landing pages existentes... ou seja, é um processo em movimento e em constante aprimoramento de conteúdos e companhas.

Pode visualizar de forma organizada e a informação que é importante num dado momento com recurso ao Google Datastudio e inclusivé partilhar essas informações com elementos da sua empresa.

VER MAIS | Google Datastudio
https://datastudio.google.com